A diferença entre um B2B e B2C

Se você é proprietário de uma empresa, existem dois tipos de clientes para os quais você pode atender: outras empresas ou consumidores. Se for o primeiro, você possui um negócio B2B, mas se seu público-alvo é o consumidor convencional, você terá um negócio B2C. É realmente tão simples, mas disse que as empresas B2B e B2C diferem de várias maneiras. Vamos dividir a diferença entre um B2B e B2C para ver como eles funcionam e como as estratégias de marketing diferem.

O que é um negócio B2B?

B2B significa negócios para negócios. Em uma configuração B2B, os produtos e serviços são vendidos para outras empresas. Para dar um exemplo, a Maersk Line, uma empresa de transporte global que opera mais de 600 navios, é um negócio líder em B2B. Sua base de clientes diversificada inclui empresas de exportação e importação.

Uma transação B2B ocorre quando uma empresa precisa obter matérias-primas para seu processo de produção ou quando precisa de assistência operacional. Vamos dar uma olhada em dois exemplos. Uma empresa de panificação pode negociar com uma empresa que produz emulsificantes para seus produtos. Quanto à assistência operacional, uma empresa de varejo pode envolver um fornecedor de software de gerenciamento de recursos humanos (HRM) para otimizar seu processo de contratação.

Mais um exemplo de transação B2B é quando uma empresa revela os bens e serviços de outro negócio. Um exemplo seria quando um varejista compra produtos de um fabricante de alimentos para revendê-lo em suas correntes.

O que é um negócio B2C?

A B2C, ou empresa de negócios para consumidores, é aquela que vende produtos e serviços diretamente aos consumidores. Restaurantes, redes de varejo, serviços de limpeza são exemplos de empresas B2C.

O termo B2C tornou-se popular no final dos anos 90, quando os varejistas on-line começaram a aproveitar ao máximo o boom do Dotcom. Graças à Internet, as pessoas poderiam comprar o que quisessem em questão de minutos. O boom do Dotcom finalmente faliu, mas varejistas on-line como Amazon.com e eBay ganharam imensa popularidade no espaço B2C.

Como B2B e B2C são diferentes?

Até agora, deve ficar claro que as empresas B2B e B2C diferem muito porque seus públicos-alvo são diferentes. Vamos explorar as áreas específicas em que esses dois modelos contrastam.

Processo de compra

Em uma transação B2C, o processo de compra é mais curto e muitas vezes mais simples. Um consumidor sabe o que quer, navega na rede, encontra o item que está procurando e faz a compra. Uma transação B2B é muito mais complexa que isso.

Nas configurações B2B, as decisões de compra não são tomadas por uma única pessoa. O grupo de tomada de decisão geralmente inclui pessoas de diferentes departamentos e áreas de função. Como resultado, leva mais tempo para chegar a um consenso. O que torna as decisões de compra mais demoradas é o fato de que o dinheiro envolvido é normalmente maior do que o que um consumidor paga a uma empresa B2C, portanto o risco também é alto.

Lealdade à marca

As empresas buscam compromissos de longo prazo quando se envolvem com outras empresas. A lealdade à marca, portanto, tende a ser mais alta em um B2B Settins. Como o relacionamento tem um impacto significativo nos processos, sistemas operacionais e custos, as empresas promovem parcerias B2B.

Em uma configuração B2C, no entanto, a lealdade à marca é muito menor porque a compra não tem um impacto duradouro no comprador. Os custos são comparativamente muito menos e os consumidores têm uma série de outras opções para escolher.

Vejamos dois exemplos. Uma empresa química envolve um fornecedor de software de CRM para atualizar suas análises. O fornecedor e a empresa gastam tempo e recursos para entender a necessidade de uma solução personalizável, avaliar seu desempenho com várias partes interessadas e, finalmente, implementar a solução após três meses.

Em outro caso, um designer gráfico de 35 anos compra um par de fones de ouvido depois de navegar na rede por 15 minutos.

Quem você acha que será mais leal ao negócio? A empresa química ou o designer gráfico?

Conhecimento do produto

Os clientes B2B têm mais conhecimento do produto ou serviço que estão comprando. Os clientes B2C, por outro lado, geralmente não têm um entendimento profundo da solução que estão comprando.

Um gerente digital de uma organização estará mais ciente do motivo pelo qual ele/ela deve investir na ferramenta de marketing de email certa do que um consumidor que compra um pacote de gengivas. A diferença no nível de entendimento também é desencadeada pelo significado da decisão que precisa ser tomada.

Uma ferramenta de marketing de email significa muito dinheiro para a empresa e uma decisão estratégica que afeta seu envolvimento do usuário. Para um consumidor, tomar decisões de compra nem sempre é tão significativa.

Marketing

Compreensivelmente, o marketing para produtos e serviços B2B e B2C difere de várias maneiras. Para começar, os clientes B2B geralmente são muito claros sobre o que precisam para tomar decisões orientadas por lógica. O público do B2C, por outro lado, toma decisões emocionalmente desencadeadas. Os clientes

B2B também são mais detalhados do que seus colegas B2C. O Diretor de Tecnologia (CTO) de uma empresa de engenharia esperará uma explicação completa de como uma solução funciona antes de tomar uma decisão final. Para esses clientes, é importante preparar conteúdo altamente detalhado para comercializar as soluções.

A liderança do pensamento e a experiência comprovada são muito importantes para os compradores B2B. É por isso que o uso de whitepapers e estudos de caso é uma maneira inteligente de comercializar soluções nesse espaço. No domínio B2C, os consumidores estão mais interessados ​​no que o produto ou serviço pode fazer por eles. A reputação de uma marca é importante quando se trata de fazer uma segunda compra, mas não é tão crítica quanto para os compradores B2B.

Companhias de mangas com sucesso nos mundos B2B e B2C

Embora nem sempre seja fácil, muitas marcas conhecidas provaram que as empresas podem obter sucesso nos segmentos B2B e B2C . Veja a Amazon, por exemplo. Ao longo dos anos, a gigante do varejo on-line criou um espaço especial no domínio B2C, oferecendo tudo, desde relógios a mantimentos e sua grande base de clientes.

A empresa também está emergindo como uma força a ser reconhecida no espaço B2B. Ele lançou com sucesso a Amazon Business, sua plataforma on-line para atrair clientes comerciais no ano passado. Ele também fez incursão no segmento de produtos artesanais com sua loja online recém-lançada.

Outra história de sucesso é o Facebook. A gigante das redes sociais provou que seus críticos estão errados, continuando a permanecer relevante. Começou como uma plataforma B2C destinada a jovens usuários que acharam interessante e envolvente como uma plataforma de redes sociais. A empresa começou a se concentrar em direcionar as empresas logo após provar o sucesso fenomenal em todo o mundo. Hoje, o Facebook for Business é um girador de dinheiro para a empresa que ainda é imensamente popular entre os usuários.

Essas empresas se tornaram bem-sucedidas nos dois espaços porque entendem o que o cliente deseja. Portanto, seja um negócio ou o usuário final, eles têm a estratégia certa em vigor. Seguindo seus passos, as pequenas empresas também podem obter sucesso.

B2B/B2C Photo via Shutterstock 6 Comentários?

Video:La differenza tra B2B e B2C

Ir arriba