Como funciona um contrato de formação – 6 etapas

O objetivo do contrato de formação é oferecer uma pessoa sem experimentar a incorporação no mercado de trabalho em uma empresa onde possa adquirir conhecimento teórico e prático. Este contrato beneficia ambas as empresas, que vêem suas taxas reduzidas para pagar a segurança social, como para pessoas que se juntam a elas, uma vez que podem ser formadas. Há uma série de requisitos para poder fazer o contrato, que veremos neste artigo do Uncom.com, onde explicaremos como funciona um contrato de treinamento.

O contrato de formação não deve ser confundido com o contrato de prática, de modo que explicamos suas diferenças no contrato de formação e aprendizagem, a pessoa entra em trabalho em um setor que não tem relação com os estudos que dizem que Estudando, mas é uma área diferente que permite expandir seus conhecimentos, além daqueles que você estuda. Por outro lado, o contrato de prática é feito quando uma pessoa está estudando um determinado assunto e deseja trabalhar nesse campo. Assim, por exemplo, uma pessoa que estuda medicina, pode fazer um contrato prático em um hospital, uma vez que mantém um relacionamento com seu estudo. No caso de essa pessoa decidiu trabalhar em uma posição de administração de empresas, poderia fazer um contrato de treinamento, já que nada tem a ver com a medicina. Por esta razão, eu poderia trabalhar em uma empresa onde eles serão sobre a administração de empresas, realizando funções específicas para a empresa.

O contrato de treinamento foi concebido para ajudar jovens que não têm treinamento específico em um local de trabalho. Este tipo de contrato contém uma série de requisitos que devem ser atendidos para aqueles que querem se beneficiar dele:

  • Para ser entre 16 e 25 anos.
  • Não há limite de idade caso a pessoa apresente alguns desativados ou esses grupos em uma situação de exclusão.
  • Quando situações de desemprego são altas, o limite de idade sobe até 30 anos.

A duração do contrato de formação deve ser de um mínimo de 6 meses e no máximo dois anos. O dia é em tempo integral e inclui o tempo dedicado à formação teórica. Assim, por exemplo, o primeiro ano de trabalho prático não pode exceder 75%, portanto, o teórico deve formar os outros 25%. A partir do segundo e durante o terceiro, o trabalho prático ocupará 85% do tempo, enquanto o teórico será de 15%. Há a poção para estender o contrato caso não exceda a duração máxima, poder ser estendido por duas vezes, sem a duração de cada um ser inferior a seis meses e sem a sua duração total excedeu 3 anos.

Neste artigo você pode aprender a ser bem sucedido no trabalho.

No caso de ocorrer deficiências temporárias durante a realização do contrato temporário, por gravidez, paternidade e outros, o tempo decorrido não terá dentro das horas consideradas como trabalhadas no contrato. Além disso, há também a opção de realizar um período de teste consistindo no contrato. Todos os acordos devem ser formalizados por escrito no contrato de formação e devem ser comunicados ao serviço público de emprego dentro do período estipulado.

Em qualquer caso, a remuneração será fixada em consideração o tempo de trabalho efetivo, ou seja, o prático e não pode ser inferior ao salário interprofissional mínimo.

As vantagens do contrato de formação permitem que as empresas e as pessoas que procurem trabalhar benefício. As empresas que adquirem o contrato de treinamento, são consideravelmente reduzidas suas quotas para a segurança social. Assim, por exemplo, as PME, isto é, pequenas e médias empresas vêm reduzidas suas quotas em 100%, enquanto empresas com um modelo acima de 250 trabalhadores pagam 75%. Além disso, a empresa pode decidir contratar indefinidamente a pessoa no contrato de treinamento, e também verá reduzindo suas parcelas para a segurança social.

Do ponto de vista do trabalhador, o contrato de treinamento permite uma pessoa sem treinamento adequado ou com conhecimento escassoso que não permita que ele acesse o mercado de trabalho, tenha um emprego que lhe permita aprender e aumentar sua experiência. Além disso, a pessoa é listada tanto para aposentadoria quanto para o desemprego.

Deve ser tido em conta, dependendo de cada país e suas medidas em termos de trabalho e treinamento, as condições podem variar. Por esta razão, o site oficial da administração correspondente em cada caso deve ser consultado. Na Espanha, a página do Ministério e Educação deve ser acessada para poder impor uma nomeação prévia, iniciando um aplicativo. Uma série de dados deve ser fornecida, como o nome, o número nacional de documentos de identidade e outras informações.

Você também pode estar interessado em como fazer uma entrevista de emprego.

Se você quiser ler mais artigos semelhantes a como funciona um contrato de treinamento, recomendamos que você insira nossa categoria de emprego.

Ir arriba